Dicas

Worldpackers – trabalhe pelo mundo em troca de hospedagem

Uma das coisas que mais encarecem uma viagem, fora a passagem (já dei dicas de como viajar pelo Brasil de graça aqui) é a hospedagem! Gastar diariamente pra ficar em um hostel, pousada ou seja lá o que for às vezes pode sair caro. E é pensando nessas pessoas que gostam de ficar um certo tempo a mais nas cidades que surgiu o Worldpacker.

O que é?
Bom, o Worldpackers foi criado por brasileiros (!!) que tiveram essa ideia enquanto viajavam pela California. E ali mesmo, dentro de uma kombi, nasceu o Worldpackers. Agora, a sede é em São Paulo e eles são super abertos a abrir a porta do escritório (que parece mais uma casa do que um escritório) para você conhecer. A equipe do Worldpacker passou no hostel que eu estava pra gravar uma matéria com a gente, e mostrou um pouco do projeto deles. É realmente muito bonito os valores da empresa deles, de poder tornar uma viagem mais viável pra quem não tem tantas condições de viajar e poder fazer a diferença em qualquer lugar do mundo. Um dia depois lá estava eu e os outros worldpackers na sede deles, numa festa de halloween, com todo mundo fantasiado, bebendo, comendo e cantando Eddie Vedder na sala. Me senti em casa!

Enfim, a ideia principal do Worldpacker é trocar suas habilidades, seja lá quais forem, por hospedagem em qualquer lugar do mundo. Fiz uma busca rapidamente, e são mais de 2800 lugares dispostos a te dar acomodação em qualquer lugar do mundo. Dentre todas essas oportunidades, há três categorias diferentes de trabalho que você pode procurar:

1

Ou seja, você pode trabalhar em hostels, ONG’s, escolas, projetos sociais, ecovilas, fazendas e muito mais. É uma troca vantajosa tanto para você quanto para o lugar que irá receber seus serviços. Aí você para e pensa “mas eu nunca fiz nada, não sou bom em nada, alguém vai me aceitar??”. A resposta é sim!! Além de ter várias e várias áreas diferentes que você pode atuar, às vezes um hostel só precisa de alguém pra trabalhar no turno da madrugada, ou uma casa só precisa de alguém pra cuidar de crianças, ou uma fazenda só precisa de alguém com boa vontade. Com toda certeza se você quiser e ter força de vontade pra aprender, alguém vai te aceitar.
Se você sabe falar alguma língua, gosta de cozinhar, sabe de jardinagem, criar site, gerenciar redes sociais, gosta de manter tudo na ordem, fazer drinks, fotografia, reformar e decorar coisas, ou simplesmente gosta de conhecer e ajudar gente do mundo todo, o worldpackers pode ser seu lugar!

Já trabalhei por um tempo por duas vezes em dois hostels de São Paulo e posso afirmar que é uma experiência única que mudou minha visão de muita coisa. Essa experiência que tive pretende ser meu próximo post, mas já adianto que trabalhar em um hostel é viajar sem sair do lugar, com hóspedes incríveis e histórias mais incríveis ainda.

O que vou ganhar em troca?

Além da acomodação em si, o que você tem direito a mais?
Isso, obviamente, varia de lugar pra lugar. A parte boa é que tem lugares que além da acomodação, chegam a te dar 3 refeições inclusas! Ou seja, você só gastaria sua passagem até lá. Vários lugares podem oferecer também máquina de lavar à vontade, quarto privado ou só com a equipe do hostel, passeios inclusos, e mais vantagens. A grande maioria dos lugares te oferecerá pelo menos o café da manhã. Também tem outras vantagens como entrar em festas de graça!! Várias pessoas passam em um hostel pra divulgar suas festas, seus shows e eventos, e dão cortesias para as pessoas que trabalham lá. Outra coisa boa que às vezes rola é fazer turno extra e garantir uma graninha a mais. O melhor de tudo é que o Worldpacker prega pra todos os hostels que se cadastram que a pessoa não está ali somente pra trabalhar. Então eles sugerem um tempo máximo de trabalho por semana. Em muitos hostels você irá trabalhar somente 3 ou 4 dias na semana e ter o resto da semana livre pra poder conhecer a cidade e seus arredores.

Além disso, é claro, tem a parte de conhecer outras culturas, fazer amizades que podem durar uma vida toda. Em um dia conheci um alemão que viajava de bike pela América do Sul; no outro você está conversando com um argentino que viaja sem dinheiro e muda sua visão de vida das coisas; no outro está ouvindo palavras de incentivo de um casal de Israel enquanto eles fazem uma comida típica pra você. Muitas histórias ali dariam livros e filmes fodas, e é isso que você vai vivenciar no seu dia a dia.

Aqui embaixo, um exemplo das recompensas do primeiro hostel que cliquei. Esse aqui é na África do Sul, conta com café, almoço, jantar, carona na chegada e até aulas de surf!
africa

Antes de ir:

Se você estiver ficando interessado em testar isso tudo, o que eu recomendo é:
– Procure saber sobre o lugar que você está interessado. Veja os comentários no próprio Worldpackers e em sites de reservas como a Booking, Hostelworld, etc. Isso é primordial pra você não ter muitas surpresas negativas no lugar que você irá trabalhar.

– Esteja disposto a trabalhar. Você pode estar de férias, mas lembre-se que você está ali oferecendo um serviço que você se dispôs a fazer. Muitas vezes trabalhar em hostel pode ser exaustivo. Você vai lidar com hóspedes chatos e sem noção, com pressão, com gente reclamando no seu ouvido. E você não tem muito pra onde fugir, pois lembre que você vai morar no mesmo lugar que vai trabalhar.

– Como toda viagem deveria ser, esteja aberto!! Você vai lidar com gente diferente, com gostos diferentes, culturas diferentes. Nem todo mundo vai ser legal, mas também nem todo mundo é chato. Se alguém tiver te incomodando, relaxe que logo a pessoa irá sair dali. Se você estiver aberto a realmente conhecer, trocar ideia, sair com as pessoas que cruzarem o seu caminho, garanto que a experiência vai ser totalmente diferente!

– Pago alguma coisa pra ir trabalhar?

Como você leu ali em cima o Worldpackers é uma empresa situada em São Paulo, com escritório, funcionários, e um baita site pra manter no ar. E isso significa despesa. Acompanho o Worldpackers desde o comecinho, e já existiram diferentes jeitos de se pagar pra utilizá-lo. Atualmente você precisa pagar uma taxa anual de US$49.
O que você tem direito com esses US$49?
Bom, você poderá entrar em contato, se aplicar e confirmar a estadia de forma ilimitada por um ano. Ou seja, imagina que você está fazendo um mochilão na Europa. Você entra no Worldpackers e pode ficar 1 mês na Espanha, outro na França, e um outro na Holanda, ou em qualquer outro lugar que você queira pagando apenas uma vez esse valor de 49 dólares. Vale a pena né?
E o melhor é que você também pode recomendar o site pra seus amigos, e assim que eles se cadastrarem, eles ganham US$10. Se eles confirmarem alguma viagem pelo site aí você recebe US$10!
Também já recebi duas vezes por e-mail pesquisas que o site estava fazendo, e no final fui recompensado com alguns dólares de crédito. Então pensando no custo final, super vale a pena!


– O que não está incluso?

Na maioria das vezes o que não está incluso é o passaporte e custos de visto, passagens, transporte até o local, seguro viagem, e custos adicionais que o hostel não cobre (como almoço e jantar, dependendo do lugar que você vai ficar).
Mas já vi lugares (principalmente casas de família) que estão dispostos a te ajudar com umas despesas a mais ou te pegar no aeroporto no dia da sua chegada. Sempre pesquise bem e veja o que você tem direito e o que não está incluso. (O site mostra isso de uma maneira bem clara,então não se preocupe!)

– Como me inscrevo?

Pra se inscrever no site e já ganhar US$10 de crédito no momento da inscrição, basta clicar aqui.
Aí é só completar seu perfil. Coloque fotos suas, de viagens, adicione suas habilidades, as línguas e o nível que você as fala, conte um pouco mais sobre você, fale das suas experiências profissionais, de viagem, etc.
Quanto mais você colocar, mais fácil será pros anfitriões saberem mais de você e te contratarem.

Depois do cadastro e do pagamento, é só escolher qualquer país do mundo pra você curtir!

E cuidado, que o site é super tentador! São vagas muito boas em lugares incríveis. A vontade que você terá é de pegar sua mala e nunca mais voltar!

Aproveite \o

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s